Amor Clássico

Uma das histórias que mais nos fascinou na nossa última visita a Roma, no ínicio deste mês, foi o romance tórrido entre o Imperador Adriano e o seu amante Antínoo. Um exemplo da beleza clássica masculina.
.
Adraino era 34 anos mais velho que o adolescente Antínoo, e na Roma antiga este tipo de relacionamento homossexual, era muitas vezes assumido e bastante comum. A relação não gerou por isso qualquer polémica na época.
.
Ao longo dos séculos a vida de Antínoo serviu de inspiração á arte e literatura, como mostra o poema Antínoo escrito em inglês por Fernando Pessoa.
Esta história mexeu connosco ao ponto de corrermos Roma em busca de um dos seu bustos. Acabamos por descubrir um no Museo Nacionale Romano no Palácio Altemps, junto á Piazza Navona.
.
De facto, e percebemos na altura, o porquê da paixão de Adriano por Antínoo. O rapaz era realmente lindo.

1 comment:

Speedy said...

e dá ares de ter sido convencido :). Bom post

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...